Atendimento (92) 3622-0034

SEGUNDA A SEXTA-FEIRA DAS 14:00 ÀS 18:00

Email para contato

[email protected]

Ir. Hygor pede ajuda aos Irmãos para salvar a vida do filho

21/10/2020

Pedro Rodrigues Goellner, de 1 ano e 6 meses, tem Atrofia Medular Espinhal (AME), e, para se curar, precisa tomar um remédio que custa R$12 milhões, antes dos 2 anos de idade.

Uma verdadeira corrida contra o tempo para conseguir a exorbitante quantia de dinheiro. Essa é a realidade da família do Ir. Hygor Rodrigues Goellner, pai do pequeno Pedro Rodrigues Goellner, o Pedrinho, de 1 ano e 6 meses, que sofre dessa doença degenerativa, que compromete os movimentos da criança e que leva à morte.


Para voltar a ser uma criança saudável e recuperar os movimentos motores, Pedrinho precisa receber o Zolgensma, o tratamento para a AME, que, atualmente, é o remédio mais caro do mundo: custa 2 milhões de dólares, ou aproximadamente 12 milhões de reais. Hoje em dia, Pedrinho realiza tratamento junto aos fonoaudiólogos e fisioterapeutas, porém, sem o Zolgensma a tendência é que a criança perca totalmente os movimentos.


Segundo o pai, Pedrinho nasceu de uma gestação saudável e normal e até os 6 meses não apresentava nenhum sintoma da doença. “A partir do sétimo mês de vida, observamos que ele começou a perder o que já fazia, o sentar o ficar de pé, rolar, ficar de bruços e levantar o pescoço, levantar as pernas e não seguiu mais com o restante do desenvolvimento normal”, disse o Ir. Hygor. 


A partir daí, os pais passaram a buscar ajuda de pediatras e fazer exames. Ficamos até os 9 meses aguardando para ver se ele recuperava os movimentos, por meio de fisioterapia etc. Porém, isso não ocorreu. Recorremos a outro médico, mas veio a pandemia e perdemos muito tempo, por conta da paralisação de laboratórios, clínicas, e só no dia 27/08 recebemos o resultado do primeiro teste da bochechinha, que fizemos em junho, e deu positivo para AME tipo 2”, disse. 


Atualmente, os pais buscam realizar campanhas de doações para arrecadar o valor. “O Pedro tem prazo para tomar o medicamento, se não o meu filho terá um tempo determinado de vida. Ele tem que tomar esse medicamento até os 2 anos de idade e hoje ele tem 1 ano e 6 meses”, disse Ir. Hygor.


A GLOMAM presta solidariedade ao Ir. Hygor e família e pede aos Irmãos que façam suas doações para salvar a vida do Pedrinho. Segundo o SGM Marcelo Barbosa Peixoto, cada doação é válida, não importando o valor. “Neste momento delicado na vida do nosso Ir. Hygor, precisamos somar esforços e ajudar naquilo que podemos. Sabemos da força de nossa União e, certamente, poderemos fazer a diferença na vida dessa criança”, disse.


Abaixo, estão detalhadas as contas que estão recebendo doações para salvar a vida do Pedrinho:


Pedro Rodrigues Goellner 
CPF: 082.885.132-80
Conta Poupança 
Banco: Bradesco
Ag: 3734
C. P.: 10038715

Banco: Santander
C. P.: 600218270
Ag 1340

Banco do Brasil 
Ag: 0002-7
CP: 114814-1

Banco: Itaú
Ag: 8519
CP: 44356-1

Banco: Caixa Econômica 
Ag: 1549
CP: 852835111-2

Conta Corrente:

Banco: Nubank
Ag: 0001
CC: 21526029-7
Papai: Hygor Rodrigues Goellner
CPF: 935.520.252-00

Outras formas para doação:

Picpay:
Acesse o link https://picpay.me/SALVEOPEDRO para me pagar com PicPay.

Vaquinha:
http://vaka.me/1436384

Paypal
[email protected]


Emitido em 18/09/2021 19:24